Mesa Plataforma Avantti

ERGONOMIA nos Escritórios e Home Office

Para você que acaba passando cerca de 8 a 10 horas por dia no escritório, desempenhando atividade de digitação, atendimento, ou secretariado, não deve ser novidade a sensação de cansaço e dores localizadas no final do dia.  Pois saiba que tais sensações chegam a um nível extremo e podem levá-lo a incapacitação do trabalho e até de outras funções de atividades diárias. Adotar uma boa postura sentada, regular a altura da cadeira, do monitor, do teclado e da mesa, são sempre boas dicas, porém, dentro do POSTO de TRABALHO, o que seria uma “boa postura” para você? ...A mesma “boa postura” que você adota, também é boa para seu colega ao lado, ou para uma pessoa com bio tipo diferente do seu? As funções e as cargas psicológicas, intelectuais e mentais que se aplicam a você, são as mesmas que se aplicam no seu colega? ...Pois bem, os pontos de uma análise ergonômica do trabalho são muitos, e não caberia aqui um estudo profundo de tais variáveis.  O que vale é você ficar atento à alguns conceitos abaixo.

Os esforços na postura estática, muitas vezes são mais prejudiciais do que as posturas dinâmicas,  ou os próprios movimentos em si. lA postura mais adequada ao trabalhador, é aquela que ele escolhe e adota LIVREMENTE e que pode ser variada ao longo de seu turno de trabalho. O Posto de Trabalho mais adequado, é aquele que lhe proporciona a variação e alternância da postura sentada, com a postura em pé. Seguindo esses princípios, as demais orientações são voltadas para a boa escolha e aquisição dos mobiliários e equipamentos de seu escritório.

Lembramos que ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) baseada na NR-17, já criou normas e regras para que os fabricantes de mobiliários do país, possam desenvolver seus produtos respeitando parâmetros que proporcionam saúde, conforto e  bom rendimento dos usuários e consumidores. Mesmo assim, na disputa pelo mercado e pela concorrência de preços, alguns fabricantes acabam ignorando tais normas e isso pode gerar um prejuízo muito grande para você e sua empresa, tanto no aspecto financeiro, como na saúde do trabalhador, com o surgimento de LER e DORTs, doenças do trabalho, que segundo estatísticas da ABERGO (Associação Brasileira de Ergonomia), ainda acometem cerca de 6% da população trabalhadora paulistana.

No item CADEIRA, aconselho que ela seja compatível com o trabalho, e que fundamentalmente tenha regulagem de altura de assento, proporcionando diversidade de movimentos “acomodando” com tranqüilidade 3 posturas básicas do sentar: Inclinação para frente Posição vertical. Inclinação para trás. No item MESA, a dica básica é que ela tenha medidas mínimas de 0,90m de largura x 0,60m de profundidade x 0,73m de altura e com bordas de contato arredondas. Lembrando que antes da escolha da mesa é preciso saber quem vai utilizá-la, quais equipamentos e alcances serão necessários na mesa, para qual tipo atividade essa mesa irá servir, e com que cadeira ela fará conjunto. ...Parece muita coisa, mas isso não basta para você ter um Posto de Trabalho ergonômico. É preciso considerarmos as boas condições de iluminação e temperatura, como também um local amigável e agradável de trabalho. Vale dizer que a prática regular de Atividade Física é uma grande aliada nessa prevenção contra a LER e o Stress no Trabalho.

Leia [ + ]

Produtos relacionados